Entenda o que é mídia paga

Entenda o que é mídia paga

Em tempos de alta competitividade e inovação, apostar em métodos eficientes para conquistar e fidelizar seu público-alvo se tornou uma obrigação para qualquer empresa. Nesse contexto, investir em mídia paga pode ser uma estratégia bastante interessante. Mas você sabe como fazer isso?

 

Esse tipo de investimento visa, acima de tudo, diferenciar uma marca e colocá-la em evidência. E, ao contrário do que muitos pensam, até pequenos empresários podem se beneficiar desse tipo de ação!

 

Quer compreender um pouco melhor o conceito de mídia paga e descobrir suas vantagens? Então confira o conteúdo a seguir:

O que é mídia paga?

 

A mídia paga, como o próprio nome sugere, consiste em estratégias de exposição da marca que são criadas e executadas em troca de um pagamento. Trata-se de um investimento que tenta colocar a empresa em evidência, aumentando a visibilidade e acelerando o seu reconhecimento perante o público.

 

Há alguns anos, esse tipo de divulgação era considerado muito dispendioso, pois envolvia prioritariamente os meios de comunicação em massa como a televisão, o rádio, as revistas e os jornais. Porém, com o surgimento da internet, até mesmo pequenos negócios podem investir nesse tipo de publicidade.

 

As duas maiores empresas da web, por exemplo, disponibilizam formas de merchandising que podem ser utilizadas sob medida, mesmo com pouco capital disponível. Trata-se do Facebook Ads e do Google Adwords, que não têm valor mínimo e podem ser pagos por número de visualizações da propaganda ou até mesmo pela taxa de cliques no anúncio.

 

Quais as vantagens da mídia paga?

 

Aumento de visibilidade

Investir em mídia paga é, em última instância, uma maneira garantida de aumentar a visibilidade do seu negócio. Independentemente de ser pelos meios tradicionais de divulgação ou por estratégias no mundo digital, os clientes poderão ver sua divulgação e isso aumentará o número de visitas e, consequentemente, de conversões.

 

É interessante, portanto, tentar segmentar os anúncios, para que você possa atingir compradores em potencial e gerar leads mais qualificados para sua empresa. Se você divulga em um metrô, por exemplo, terá apenas uma vaga ideia de quem são as pessoas que terão acesso à publicidade. Já nas mídias digitais, você pode segmentar por sexo, idade, localização, interesses ou até mesmo poder aquisitivo.

 

Flexibilidade nos investimentos

 

A mídia paga, ao contrário da crença popular, pode ter valores bastante flexíveis, especialmente nos mesmo virtuais. No Facebook, por exemplo, não existe limite mínimo e você pode começar com investimentos bem suaves, especialmente para ir se familiarizando com a ferramenta.

 

Isso torna essas estratégias extremamente acessíveis para pequenos empreendedores que ainda não dispõem de grandes orçamentos para sua equipe de marketing.

 

Formatos variáveis

 

A mídia paga possui uma infinidade de formatos para quem quer divulgar. Você pode apostar nas estratégias antigas, como televisão, rádio e impressos ou mirar na tendência de expandir seu negócio para o ambiente digital, focando nas redes sociais, geração de conteúdo e sites de pesquisa.

 

O ideal é combinar sua publicidade com informações relevantes e assim despertar o desejo de consumo nas pessoas. Com os primeiros resultados, você pode ir lapidando suas ações e direcionar mais recursos para o que estiver trazendo um retorno mais considerável.

 

E agora, compreendeu melhor o que é mídia paga e como ela pode ser vantajosa para sua empresa? Restou alguma dúvida? Fale conosco!

 

Flávio Sabugo

Consultor e Palestrante de Marketing. Possui Certificado do Google Adwords - Especialista em Ajudar Empresas a Otimizar Resultados Através da Internet